segunda-feira, 2 de outubro de 2017



Só há três Altos Corpos do Rito de York regulares no Brasil, todos com legítima filiação internacional, garantidos pela origem e por registros legais no país:


Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do Brasil (2001)
Supremo Grande Conselho de Maçons Crípticos do Brasil (2003)
Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil (2015)

sexta-feira, 19 de junho de 2015

quarta-feira, 1 de abril de 2015

ABERTURA SIMBÓLICA DO ANO DO REAL ARCO GAÚCHO




A noite 28/03/2015 foi de jubilo e de alegria, foi realizada abertura simbólica do ano do Real Arco Gaúcho, estiveram presentes os Capítulos Thomas Smith Webb (Porto Alegre - RS), Cidade de Porto Alegre (Porto Alegre - RS), Rei Salomão (Porto Alegre - RS), Templários da Serra (Caxias do Sul - RS) e Os Templários (Carazinho - RS). O ano de 2015 promete ser pujante para o Real Arco no Rio Grande do Sul, os Sumos Sacerdotes reunidos fizeram uma agenda de atividades conjunta. O Past Grand Sumo Sacerdote Jorge Raul Lago Simões, fez um brilhante relato sobre a história do Real Arco no Brasil para os presentes. O Past Grand Ilustre Mestre e Embaixador da Maçonaria Críptica Mauricio Claudio de Albuquerque, fez um discurso eloquente e incentivador sobre Real Arco e a maçonaria, deixando todos motivados para o ano que se inicia. 
Agradeçemos a todos os Sumos Sacerdotes dos Capítulos nominados e reunidos, por acreditarem que o elo da fraternidade que nos une, é maior que nós mesmos! 



terça-feira, 13 de janeiro de 2015

História ao vivo: York Rite in Pernambuco

A emoção falou mais alto para mais de três centenas de Maçons ao final da recepção da Ordem de Malta, reunidos para o evento York Rite in Pernambuco.  O Comandante das Comanderias Subordinadas ao Grand Encampment of Knights Templar, Sir Edward Trosin, quando agradeceu a recepção que receberam, ele e Sir Lawrence E. TuckerGrand Recorder, declarou que acabara de receber uma comunicação do Mui Eminente Grão-Mestre, Sir Knight David Dixon Goodwin, de que tinha sido concedida a dispensa para a Grande Comanderia de Cavaleiros Templários do Brasil!

                          Recife PE - Abertura -20nov2014 31

Este foi apenas um dos muitos momentos do evento de Recife, ocorrido de 20 a 22 de novembro de 2014, que reuniu Maçons das três Potências regulares brasileiras, Grande Oriente do BrasilGrandes Lojas confederadas à CMSB e Grandes Orientes confederados à COMAB.  Não apenas os segmentos do Rito de York e as Ordens americanas, mas também as Ordens inglesas e representantes de todos os Ritos regulares praticados entre nós congregaram-se em bela demonstração de fraterna união. Nomes consagrados da Maçonaria internacional deram lustro ao York Rite in Pernambuco, além dos citados dignitários americanos, como o Grande Secretário do Gran Capítulo de Masones del Real Arco del Rito de York de Paraguay, conhecido e admirado pelos Maçons brasileiros, Odilon Ayala, liderando numerosa delegação.  Rui Silvio Stragliotto e Ticiano Duarte, baluartes entre os Maçons brasileiros, e inúmeros Grão-Mestres e Past Grão-Mestres, também deram a honra de sua presença, a começar pelo anfitrião, GM Antonio do Carmo Ferreira, e incluindo os GMs Lázaro Emanuel Franco SallesWard GusmãoPaulo Roberto Pithan e Ricardo Guisado, aos quais acrescentamos dezenas de Grandes Oficiais das três Potências e Maçons provenientes de todos os rincões do Brasil.

Este ano, a Ordem dos Sacerdotes Cavaleiros Templários abriu novas perspectivas para Maçons brasileiros das Potências regulares ao ser conferida por seu Grande Superintendente, Jorge Barnsley Pessôa Filho.

Outro momento marcante ocorreu na solenidade de abertura.  O Grande Sumo Sacerdote do Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do BrasilLuiz Sérgio Rodrigues de Jesus, com a presença do Grande Mestre do Supremo Grande Conselho de Maçons Crípticos do BrasilAndré Luiz Pinheiro de Amorim, os altos dignitários dos vários segmentos do Rito de York e da Societas Rosicruciana in Civitatibus Foederatis testemunharam a entrega da Silver Medal, medalha conferida àqueles que prestam relevantes serviços ao General Grand Chapter of Royal Arch Masons International, a maior associação maçônica internacional.  A honraria tinha sido conferida ao Grande Oficial Executivo do Rito de York para o Brasil, Paulo Roberto Curi, que não pode recebe-la na Assembleia Trienal de Buffalo, Nova York, em setembro passado.  Para alegria da família, ela foi entregue pelo novo Deputado do General Grand Chapter para a Região Sul da América Latina, Christian Farias Santos.

Muitos outros momentos marcantes e de grande relevância ocorrerem nos poucos dias.  Pena é que, por razões de espaço, este breve relato não tenha como fazer justiça aos inúmeros Maçons e pessoal de apoio que, ano após ano, têm tornado possível os eventos do Rito de York.  Figuras históricas entre nós, é mais que justo homenagear os humildes carregadores de piano, sem os quais nada teria sido feito.  A relação é grande, passando pelos Oficiais e Past Oficiais dos Capítulos, Conselhos, Comanderias, Colégios e Tabernáculos, que pagaram o preço do pioneirismo, até aos Grão-Mestres e Past Grão-Mestres, que têm aberto as portas e prestigiado o Rito de York.  Sem eles, não teríamos hoje os Corpos do General Grand Chapter (Real Arco), fundado em 1797, do General Grand Council (Graus Crípticos), de 1890, do Grand Encampment (Ordens de Cavalaria), de 1816, da Societas Rosicruciana (estudos maçônicos), de 1880, americanas, e The Holy Royal Arch Knight Templar Priest, antiga Ordem inglesa, mas em sua forma atual desde 1926.

Mesmo que permaneçam quase anônimos nas Colunas, o salto gigantesco que foi dado e a aceitação desses Graus e Ordens tradicionais e regulares no Brasil, é testemunho de sua coragem e abnegação.  Que o Rito de York tenha conseguido, em tão pouco tempo, ocupar seu lugar na constelação de Ritos praticados no Brasil demonstra o valor do seu trabalho e constitui-se num tributo à sua capacidade de realização!

sexta-feira, 30 de maio de 2014

segunda-feira, 22 de julho de 2013

O Tabernáculo


OBS: O fonte é um vídeo disponibilizado no youtube,
 e o Real Arco do Brasil não tem ligação alguma com a instituição responsável pela publicação.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

domingo, 14 de julho de 2013

Graus do Real Arco

Os graus do Real Arco oriundos do Rito de York, são praticados por mais de 200 anos,  e não são conhecidos por números, mas por nome, tendo grande significado moral, beleza e forja na mais pura Tradição Maçônica.

Mestre de Marca

Um grau que enfatiza as lições de regularidade, disciplina e integridade. É um grau muito impressionante centrado na história do Companheiro das pedreiras e sua função na construção do Templo. Sua importância na Maçonaria Inglesa pode ser julgada pelo fato de que opera como uma Grande Loja separada e é altamente procurada pelos membros da Arte naquela jurisdição.
Ao fazer o Grau de Mestre de Marca, o Mestre Maçom estará resgatando uma das tradições operativas mais singelas e significativas da Idade Média – e passando a identificar-se como faziam nossos antepassados que construiram as magníficas catedrais góticas.


Past Master


Um grau que enfatiza a lição da harmonia. Ele é conferido por causa do antigo costume que requeria que um Maçom deve ser um Past Master (Mestre Instalado) para ser exaltado ao Real Arco. Em algumas Grandes Jurisdições este Grau é conferido a todos os Mestres instalados na Loja Simbólica (Blue Lodge). O Grau não confere nenhum rank real sobre seu receptor, mas é mantido para exemplificar o antigo costume.
No começo, o Real Arco era prerrogativa exclusiva de Mestres Eleitos ou Instalados.

Mui Excelente Mestre


Um Grau que enfatiza a lição de reverência. Ele é centrado na dedicação do Templo depois de sua finalização, particularmente à consagração do Sanctum Sanctorum e a descida do Espírito Santo no Templo. É complementar ao Grau de Mestre de Marca e completa as lições simbólicas introduzidas naquele Grau.
O Grau de Mui Excelente Mestre é o único Grau Maçônico de qualquer Rito que fala da terminação e dedicação do Templo de Salomão. Sua nobreza e carga emocional o tornam uma das mais belas etapas da senda Maçônica.

Maçom do Real Arco


O Grau de Maçom do Real Arco coroa, de forma grandiosa, os conhecimentos do Mestre Maçom. É o momento em que a Lenda do Templo será concluída para você em magnífico esplendor.É o cume dos graus originais das Lojas Simbólicas, tal como praticadas nas Antigas Lojas da Inglaterra antes de 1820. O Grau explica as origens da Palavra substituta encontrada no Grau de Mestre Maçom, o resgate da Palavra Inefável e seu ocultamento no Real Arco. Esse Grau, junto com o de Mestre Maçom, pode ser exemplificado como um grande ou “super” Grau, com o Grau de Mestre Maçom explicando a perda da Palavra e o Real Arco explicando seu resgate. Um Capítulo é presidido e dirigido por um Sumo Sacerdote.

sábado, 15 de junho de 2013

Posse na nova gestão do Capítulo Cidade de Porto Alegre

O Capítulo Cidade de Porto Alegre Nº 36 de Maçons do Real Arco do Brasil, agradece a todos os visitantes, aos companheiros, aos Capítulos Monte Moriah e Thomas Smith Webb, e especialmente ao conselho instalador Comp:. Jorge Simões, Comp:. Edegar Quintana e Comp:. Paulo Schmitt, que abrilhantaram a cerimonia de posso da nova gestão de nosso Capítulo.



segunda-feira, 15 de abril de 2013